Castelo News - Informação a um Clique!

Santa Cruz de Monte Castelo e região 05:45
12/04/2018 às 09:55:00

Serviço e indústria puxarão economia do Paraná em 2018

Primeiro estudo do Ipardes indica crescimento do PIB em 2% neste ano. Serviço e indústria devem compensar a agropecuária, que não terá a mesma participação de 2017. O Estado encerrou o ano passado com PIB de R$ 415,8 bilhões, o equivalente a 6,35% da economia nacional.

Redação
A economia do Paraná deve ser puxada pelo setor de serviços e pela indústria em 2018. A projeção do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes) é de um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) - soma de todas as riquezas geradas – de 2% nesse ano. O Estado encerrou 2017 com um PIB de R$ 415,8 bilhões, o equivalente a 6,35% da economia nacional. Em 2010, o Paraná detinha 5,8% de participação.

“Não teremos a mesma contribuição da agropecuária como no ano passado, quando a safra foi recorde. Mas a indústria e os serviços devem compensar esse quadro com avanços mais expressivos”, diz o diretor-presidente do Ipardes, Julio Suzuki Júnior.

PRIMEIRA DO ANO

A previsão de crescimento de 2% do PIB é a primeira de 2018 do Ipardes, que faz revisões ao longo do ano. Em 2017, a previsão no início do ano era de um avanço de 1,5%. Com o passar dos meses, a estimativa foi revista até chegar em 2,3%. O PIB do Paraná encerrou 2017 com alta de 2,5%. Foi mais que o dobro da média brasileira, de 1%, de acordo com o IBGE.

SERVIÇO

Em 2017, o setor de serviços movimentou R$ 237,3 bilhões no Paraná, o que representou um crescimento real de 1,5% sobre o ano anterior. Foi o primeiro resultado positivo dos últimos três anos. Em 2015 (-2,9%) e 2016 (-1,9%) o setor foi afetado pela recessão econômica, que gerou desemprego e redução no consumo. “Porém, no ano passado o aumento da geração de novas vagas no mercado de trabalho e a retomada gradativa do consumo começaram a acelerar novamente o setor de serviços”, lembra Suzuki Júnior.

O setor terciário que engloba além do comércio e serviços, a administração pública e a atividade de intermediação financeira – representa cerca de 65% da economia do Estado. “Por isso a retomada do comércio e dos serviços é vital para que a economia do Estado cresça”, diz

INDÚSTRIA

A indústria, que patinou durante a crise, também encerrou o ano passado em ritmo de retomada. O setor teve o primeiro resultado positivo desde 2014, com um avanço de 1,8% sobre 2016.

A indústria movimentou R$ 92,8 bilhões em 2017 - o que representou 25,4% das somas das riquezas geradas no Estado. Embora o crescimento tenha sido pequeno, o resultado é comemorado pelo setor, que vem de três anos seguidos de baixa por causa da recessão. Em 2014 o Produto Interno Bruto (PIB) da indústria paranaense despencou 7%. Em 2015 houve retração de 5,8% e em 2016 queda de 2,8%.

“A recuperação verificada no ano passado é muito importante porque se trata de um setor relevante para a economia estadual, que gera empregos de maior qualidade e é intensivo em mão de obra. O impacto social da indústria é grande”, diz Suzuki Júnior. O PIB da indústria calculado pelo Ipardes inclui o desempenho das indústrias da construção civil, extrativa e de transformação, além da produção de energia.

AGROPECUÁRIA

A previsão de uma safra de grãos menor do que a do ano passado deve afetar o PIB do Estado em 2018, mas o impacto deve ser compensado, de acordo com Suzuki Júnior, pela melhora dos preços. No ano passado, a agropecuária cresceu 11,5% no Estado com a safra recorde.

Embora dentro dos patamares históricos, a safra de 39 milhões de toneladas prevista para este ano é 6% menor do que a do ano anterior, de acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. “Com mais dinheiro no bolso, a tendência é que os produtores rurais ajudem a movimentar os negócios do comércio e os serviços”, diz.

Tags: `Postado por Ana Flávia Stefani, ,
G.P

Envie seu Comentário
Antes de escrever seu comentário, Atenção! Nós não publicamos comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Nome
E-mail
Comentário
Publicidade

Entra em vigor pena maior para motorista

 bêbado que mata em acidente

bêbado que mata em acidente

Publicidade

Vídeos

Fique por dentro dos melhores vídeos.

Publicidade

Classificados

Publicidade