Design-sem-nome-68-1-990x557

Brasil: Ministério da Defesa anuncia saída dos comandantes das três Forças Armadas

Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Após a demissão do ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, foi anunciado nesta terça-feira (30) que os comandantes da Marinha (Ilques Barbosa), do Exército (Edson Pujol) e da Aeronáutica (Antônio Carlos Moretti Bermudez) anunciaram que entregarão seus cargos ao novo ministro, o general Braga Netto.

“O Ministério da Defesa (MD) informa que os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica serão substituídos. A decisão foi comunicada em reunião realizada nesta terça-feira (30), com presença do Ministro da Defesa nomeado, Braga Netto, do ex-ministro, Fernando Azevedo, e dos Comandantes das Forças”, escreveu a pasta.

Segundo a Revista Oeste, uma fonte do Estado-Maior que participou da reunião, mas preferiu não se identificar, ressaltou que “são infundados os comentários acerca de movimentos golpistas. Quando assume um novo ministro da Defesa, sempre saem os três comandantes, juntos. Estranho, apesar de possível, é se sair só o Pujol [líder do Exército].”

Na reunião dos Comandantes das três Forças, foi decidido que não está descartada a possibilidade do ministro Braga Netto fazer um acordo com Bermudez e Barbosa para mantê-los em seus cargos. A demissão de Pujol, no entanto, é dada como certa, visto que ele e o presidente da República Jair Bolsonaro tiveram atritos.

Ainda segundo a fonte, a condição principal para os comandantes permanecerem nos cargos seria “não envolver as Forças Armadas em questões político-partidárias, além da promessa de não interferência nas decisões internas sem prévia consulta”.

Matéria de Brehnno GalganeTerça Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras Notícias...