Romeu Zema

Minas Gerais: Autoritarismo – Governador de MG decreta lockdown em 60 cidades

Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

O governador Romeu Zema Neto (NOVO), decretou nesta quarta-feira (03) lockdown em 60 cidades de Minas Gerais.

As cidades fazem parte das “macrorregiões de Saúde” do estado.

O decreto faz parte da “onda roxa” do “Minas Consciente” pelo governador, para aplicar medidas autoritárias e mais rígidas de restrições aos cidadãos mineiros, o que inclui o toque de recolher das 20h às 5h e 24h aos finais de semana.

Zema ainda ameaça decretar as medidas nas regiões Norte, Triângulo do Sul e Leste do Sul, caso “apresentem piora nos indicadores.”

As medidas passarão a valer nesta quinta-feira (04), a partir de sua publicação no Diário Oficial do Estado.

Entre as regras do governador estão a proibição de circulação de pessoas sem o uso de máscara, em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado; a proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para a realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares; a proibição de realização de reuniões presenciais, inclusive de pessoas da mesma família que não coabitam.

O “Comitê Extraordinário Covid-19” do governo mineiro também suspendeu a realização de qualquer tipo de evento público ou privado que “provoque aglomeração.”

De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo de Minas Gerais (SECOM-MG), as regiões que passarão pelo lockdown têm cerca 85% de ocupação dos leitos de UTI Covid.

“Nessa fase, só será permitido o funcionamento de serviços essenciais e a circulação de pessoas fica limitada aos funcionários desses estabelecimentos”, afirmou o governo.

“A comprovação para outros deslocamentos não essenciais se dará através de documento de identidade oficial com foto e autodeclaração para deslocamento durante a quarentena”, completou a SECOM-MG.

A medida de Romeu Zema vem, coincidente e paralelamente, na esteira de diversas medidas autoritárias de governadores do Brasil.

Matéria de Bruna LimaTerça Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras Notícias...